skip to Main Content

Como escolher o regime tributário correto para a sua empresa?

Compartilhe nas redes!

 

Já imaginou pagar mais imposto do que deveria? Essa é a realidade de muitos empreendedores por não se atentarem no momento de escolher o regime tributário correto para sua empresa. Por isso, é importante compreender o regime tributário que se encaixa para o seu negócio. Os 3 tipos principais são:  

 

Simples Nacional 

Esse regime de tributação tem o intuito de simplificar os pagamentos de tributos por parte de pequenas e médias empresas cadastradas como ME, EPP e MEI. Isso, claro, descomplica bastante a vida dos pequenos empreendedores.  

Para se enquadrar nesse regime de tributação, a empresa deve ter faturamento estabelecido de acordo com as regras. Para os MEI, o faturamento não pode ultrapassar R$ 81.000,00. Para os ME’s o faturamento máximo é de R$ 360.000,00, não podendo ultrapassar esse valor, e para as EPP’s, o valor mínimo é de R$ 360.000,00 e máximo de R$ 4,8 milhões.  

 

 

Lucro presumido 

Esse regime está destinado a empresas que faturam até 78 milhões por ano. Calcula-se as alíquotas a serem pagas com base em uma estimativa elaborada de acordo com a categoria à qual a empresa pertence. Nessa regra não entra o PIS E COFINS que podem ser calculados no regime cumulativo e não cumulativo.  Os impostos estaduais e municipais seguem regimes próprios definidos por cada entidade municipal e estadual.

 

 

Lucro real 

 

Diferente do regime de Lucro presumido, no Lucro real, o imposto a ser pago é calculado no lucro realmente obtido e não com base em estimativas. Ele é obrigatório para empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões. Há a possibilidade da empresa escolher pagar os tributos mensalmente ou trimestralmente, com base no lucro líquido, ou seja, a empresa precisa determinar a diferença entre receitas e despesas no período. Ao final do ano, o que já foi pago mensalmente é descontado do lucro real após esse ser calculado.  É necessário um grande nível de organização para que não ocorram erros na hora de recolher os tributos.

 

 

Como escolher o melhor regime tributário para minha empresa?  

Para isso é necessário contar com a parceria de uma contabilidade para te ajudar a elaborar um bom planejamento tributário, que vá levar com consideração aspectos e previsões do seu negócio, como o faturamento, gastos indiretos, margem de lucro, categoria na qual se enquadra e diversos outros.  

Contar com um parceiro especializado em entender cada detalhe da sua empresa, colabora diretamente para se pagar menos impostos de forma legalizada, já que um bom profissional tem o conhecimento necessário para encontrar situações favoráveis e garantir mais economia evitando desafios desnecessários que desgastam a empresa.  

Se lendo o nosso artigo você se perguntou: ‘O que acontece se a minha empresa lucrar mais que o limite estabelecido?’. No nosso próximo artigo vamos falar sobre algo que tendo o suporte correto, não é nenhum grande problema, afinal lucrar mais é sempre uma boa notícia, não é mesmo?! 

Classifique nosso post [type]

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

8347355147e2d0b11526b03c1c411d43 - Ello Gestão Contábil

CERTIFICADO DIGITAL E IR 2022

O Certificado Digital é uma das mais novas facilidades que o empreendedor pode possuir para otimizar e organizar seus arquivos e documentos. De fácil manuseio

Back To Top
Recomendado só para você
  Talvez você ache que saiba tudo o que um…
Cresta Posts Box by CP